segunda-feira, 21 de novembro de 2016

CANSEI DE FICAR. NÃO TE AMO

Cansei de ficar esperando reciprocidade.
Cansei de ficar tecendo elogios para você.
Cansei de ficar fazendo o melhor que posso para te agradar.
Cansei de ficar na expectativa de você abrir a guarda para voltarmos.
Cansei de ficar fazendo planos para o futuro ao seu lado.
Cansei de ficar ansioso esperando a hora de te encontrar.
Cansei de ficar olhando vitrines para escolher um presente para você.
Cansei de ficar comentando com meus amigos o quanto você é importante pra mim.
Cansei de ficar imaginando como seriam os rostinhos de nossos filhinhos quando os tivéssemos.
Cansei de ficar esperando você terminar de se arrumar.
Cansei de ficar procurando o melhor lugar para a gente jantar.
Cansei de ficar planejando nossa próxima viagem.
Cansei de ficar preparando nosso próximo jantar.
Cansei de ficar aguardando o telefone tocar.
Cansei de ficar.
Cansei de ...
Cansei.

Agora eu vou aonde eu quiser, a hora que eu quiser, com quem eu quiser.

Vou de terno e gravata, ou de calção e chinelo.
Vou penteado ou descabelado.
Vou com amigos ou amigas.
Vou de carro ou a pé.
Vou longe ou vou perto.
Vou de primeira classe ou econômica.
Vou naquele bistrô ou na carrocinha da esquina.
Vou no concerto ou no samba.
Vou brindar com espumante ou cerveja.
Vou visitar mansão ou o barraco.
Vou abraçar o presidente ou o mendigo.

Agora eu vou aonde eu quiser, a hora que eu quiser, com quem eu quiser, principalmente comigo mesmo.

Vou viver cada minuto intensamente.
Vou me olhar no espelho e me achar lindo.
Vou colocar a roupa que eu me sentir melhor.
Vou aprender para o meu bem.
Vou comer para me satisfazer.
Vou ser cada vez melhor, porque sou muito importante pra mim e para as pessoas ao meu redor.
Vou aproveitar o meu presente, é isso mesmo, meu presente, meu agora, minha dádiva divina de viver.
Vou ser livre, feliz, próspero e pujante.

Quem quiser vem comigo, quem não quiser, sai da frente, pois tenho uma vida pela frente.

Não te amo mais, nem menos, te amo, só cansei de ficar.

Agora aprendi a me amar.


Adilson Di

fonte foto: poesia & escrita
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e identifique-se