sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Sua indiferença social volta toda pra você da pior forma

No país do: jeitinho; do não é comigo; do não vou ler este texto até o final; do eu posso tudo e não devo nada; do rouba mas faz; dos que fumam maconha e usam drogas e acham que não estão patrocinando os traficantes; dos que compram contrabando e coisas roubadas e acham que não patrocinam o crime; dos que fazem gato nos serviços públicos; dos sonegadores; dos que jogam bituca de cigarro e outros lixos nas ruas, praças, areia da praia, em qualquer lugar; dos que furam fila; dos que fazem uma fezinha no jogo do bicho; dos que não reciclam nada nem em casa nem em lugar algum; dos exploradores dos trabalhadores baratos sem direitos sociais; dos apaixonados por futebol controlado por cartolas; dos que amam carnavais financiados por contraventores; das pessoas que viajam todo final de semana; dos que superfaturam obras e serviços médicos, escolares, judiciais, transporte, etc, tanto públicos quanto privados, pois a maior corrupção é na iniciativa privada; dos que param em fila dupla e sob a faixa de pedestres no trânsito; dos que não fazem ações sociais direto nas comunidades; as pessoas estão sendo ASSASSINADAS pelos mesmos que eles deixaram SURGIR.

SIM, indiferença com o próximo é a grande culpada pelos altos índices de criminalidade EM TODO PAÍS.

Será que as pessoas têm noção do resultado desta corrida desenfreada pelo conforto exacerbado, por querer ter bem mais do que o necessário, do poder mais que os outros, do sou melhor que os demais, acaba causando na sociedade menos privilegiada que os observa constantemente?

Enquanto a madame quiser as melhores e mais caras lojas, cabeleireiros, restaurantes, escolas pros filhos, melhor carro, o melhor perfume, sempre estará criando uma barreira aos seus olhos e um abismo social com aqueles menos favorecidos que acabam desejando tudo que ela tem, e que de uma forma ou de outra vão em busca da mesma coisa que ela tem.

Este mesmo olhar altruísta, altivo, soberbo, INDIFERENTE que você tem para com seu semelhante menos favorecido é o mesmo que ele está lhe devolvendo quando lhe roubar. Você é indiferente com ele e ele vai ser contigo também. Você é frio com ele, ele vai ser contigo também.

Antes de culpar o poder público, ponha a mão na consciência se você nunca levou vantagem em nada, nunca cometeu infração e achou que tava com a razão, que você nunca achou feio seu próximo simplesmente por ele ter uma raça, um cabelo, um peso, uma roupa, uma religião ou um condição social diferente da sua?

Ahh! Mas eu pago meus impostos e cumpro minhas obrigações e o estado é o único responsável por tudo que está ai! Será? Vejo milhares de pessoas fomentando a informalidade, a indiferença, a apropriação indébita, a criminalidade, sem falar que votam mal pra caramba. Portanto atire a primeira pedra quem nunca tiver errado.

Comece a sociedade que você quer por você mesmo.

Proponho começarmos uma campanha por mais obrigações e menos direitos.

Proponho mais igualdade, fraternidade e humanidade.

Proponho mais responsabilidades individuais, menos nascimentos irresponsáveis e sem planejamento - CONTROLE DA NATALIDADE E EDUCAÇÃO SOCIAL DE BASE JÁ .

FAÇA SUA PARTE você verá que o mundo ao seu redor vai melhorar abruptamente.

Namastê

Adilson Di
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e identifique-se