domingo, 5 de abril de 2009

Adilson Di

Aprendi que não devemos pedir desculpas nem justificar nossos erros, pois erros são como fezes, quanto mais mechemos, mais exala mal cheiro

Antitabagismo

Dizem que fumar é prejucial a saúde, mas acredito que fumar seja prejudicial ao visual, pois não não há cena mais patética que ver um fumante caminhando na rua, ou na porta do prédio onde trabalha, com os dedinhos para cima e soltando baforadas fétidas.

Em geral o individuo tem a pele ressequida, roupas acizentadas e cabelo de boneca velha, sim, aqueles cabelos todos ressequidos, opacos e quebradissos.

Acho que é por isso que estão criando a lei antitabagismo, que é para que essa gente horrível não se misture com com tem ao menos um cabelinho melhor que os delas.

Minha casa, minha vida

Mocinha bonita, saiba que não só de pão vive o homem, pois ele também precisa de liberdade, auto-estima, respeito e carinho, mas tem uma coisa que você nunca se percebe, pois em geral os humanos são de certa forma materialistas, e prezam pelo zelo de seus bens, portanto, não adianta querer fazer carinho só na pessoa que você deseja conquistar, precisa também fazer carinho nas coisas que são importantes para o seu amor.
Não precisa ser uma empregada, mas o seflagol ou o semancol devem ser remédios que estejam em seu interior. Após usar os utensílios e as dependências da casa você ao menos poderia deixá-los como você encontrou, ou você pensa que a o rapaz gosta de deixar coisas sujas por todos os cantos para ele mesmo limpar, ou para deixar para empregada?
Portanto cuide do seu pretendente e das coisas dele assim como você gostaria que ele cuida-se de suas coisas.

Cada um cuida do seu umbigo

"Acorda cedo para ir trabalhar... E o relógio de ponto a lhe observar... No lar esposa e filhos a lhe esperar... Sua cabeça dói, um dia vai estourar... Com essa rotina, rotina... Rotina, rotina... Sua cabeçã dói, não consegue pensar... E as quatro paredes a lhe massacrar... Daria tudo pra ver o que acontece lá fora... Mesmo sabendo que não iria suportar... Essa rotina, rotina... Até quando ele vai aguentar?... Até quando ele vai aguentar?... - Rotina - (Clemente / Marcelino) interpretada pelos Titãs e pelos Inocentes"


O meu despertador toca invariavelmente às 06:30 horas dos dias úteis, anunciando mais um dia de trabalho, como acontece há mais de 20 anos. Desde menino acordo cedo, ou para o trabalho ou para os estudos, e hoje em dia, graças a tecnologia, minha televisão desperta automaticamente junto comigo, abrindo diretamente no Bom Dia Rio Grande, jornal televisivo matinal que passa RBS TV, subsidiária da Rede Globo no Rio Grande do Sul.
Aos poucos vou me ambientando com um novo dia, fico atento a previsão do tempo, aos fatos do dia anterior e a agenda do dia que virá. Enquanto passam estas informações eu vou me espreguiçando, bocejando e agradecendo ao criador por mais um dia. O tempo passa e logo em seguida vem o Bom Dia Brasil na programação nacional da Rede Globo de Televisão, contando as coisas do Brasil e do Mundo.
Numa destas ocasiões, vejo a Ministra da Casa Civil e futura candidata do PT a presidência da república, com sua carinha esticada parecendo uma chapa de fórmica (é de pau também), explanando sobre o Programa Habitacional do Governo Lula. Ela fala que as famílias pobres do Brasil terão mais um programa robinhoodiano populista e eleitoreiro, para sanar as mazelas que a própria sociedade política os impõe, dando-lhes benesses de direitos, mas sem nenhum dever, aliás, o único dever de votar de dois em dois anos, e quantos mais, melhor.
Questionada pelo apresentador Alexandre Garcia se mais este programa populista e caritativo para o povão brasileiro, não faria jus a um Programa de Controle de natalidade, a evasiva Ministra disse que NÃO SABE se é necessário que o Brasil tenha um controle de natalidade como foi na década de 70, justificando que a taxa de natalidade está tendendo a ficar nos mesmo índices de países desenvolvidos, e que o número de integrantes do grupo da terceira idade esta aumentando.
"A nossa pirâmide etária está mudando e está tendendo a se transformar numa pirâmide que predominará mais a terceira idade, ou seja nós, predominaremos'" disse Dilma, sorrindo dirigindo-se a Garcia. "A senhora ainda, não", disse o jornalista, educadamente. "E, haverá uma redução das pessoas mais jovens", afirmou a ministra.
Ora Ministra, se a população de idosos esta aumentando é claro que a população de jovens também, ou a senhora pensa que as pessoas não vão nascer mais por causa desta pirâmide invertida que a senhora se refere?
Até acredito que a fecundidade dos brasileiros está mudando, mas estamos falando de pessoas mais esclarecidas, estudadas, trabalhadoras e conseqüentemente as que estão financiando estes programas eleitoreiros, pois o povão, como uma reportagem que assisti no Globo Repórter, faz todos os anos um filho novo para receber o Bolsa Família e outras benfeitorias.
Ministra, não existe solução para o mundo que não passe pelo controle efetivo da natalidade, pois enquanto botar um filho no mundo for uma vantagem financeira para famílias desinformadas, nunca atingiremos índices de primeiro mundo.
Precisamos sim educar os que já nasceram, atendendo com programas de saúde efetiva, cobrando deles deveres rígidos de controle de natalidade, incentivando a estes, que encaminhem seus filhos para vidas dignas.
Enquanto isso não acontece, acredito que a senhora, o presidente Lula e todos políticos brasileiros, continuam a saquear parte do meu trabalho, do meu consumo e de minha vida, para passar a pessoas que infelizmente não tem infra-estrutura alguma para poder sobreviver.

Charles Chaplin


Não se mede
o valor de um Homem
pelas suas roupas
ou pelo bens que possui...
O verdadeiro valor de um Homem
é o seu carater, suas idéias
e a nobreza de seus ideais

sábado, 4 de abril de 2009

Perguntas que odeio

de políticos - Onde tu anda?
de mulheres - O que tu faz?
de parentes - Não casou?
de caixas - Pode ser uma balinha?
de baladeiros - Vem sempre aqui?
de amigos - Ta pegando quem?
de ex namoradas - Ta namorando?
de mendigos - Da um dinheiro?

Resposta:

Da um tempo!

Adilson Di

Acredito que as pessoas não precisam se desculpar

elas devem sim aprender com seus erros

e procurar não cometê-los mais

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Adilson Di

Estou a frente do meu tempo sem ser jovem demais para cometer erros inconsequentes, nem velho em demasia para deixar de aprender.